Busca

Micro Estórias

Micro na escrita. Macro na imaginação.

Caixa de Pandora (Victor O. de Faria)

Era um artefato desconhecido, um objeto de origem atemporal. O que realmente havia em seu interior? Que horrores libertaria a quem o encontrasse? A resposta era tão simples quanto intrigante. As pessoas tinham medo de encarar seu próprio reflexo, medo... Continue lendo →

Anúncios

Intenção (Ana Maria Monteiro)

Coitado, era antiquado; um cavalheiro à moda antiga. Estava em meio a uma multidão, quando a tempestade desabou, e ele, com toda a cortesia, socorreu a dama mais próxima cobrindo-a com o seu cachecol. Mudam-se os tempos, mudam-se os valores:... Continue lendo →

Camadas (Victor O. de Faria)

Livre dos desafios literários, passou o dia no píer, na companhia de sua gata e de um nascer do sol maravilhoso. O dourado natural tingiu seu cabelo sem qualquer tipo de floreio. Encarando a natureza ao redor, percebeu que nada... Continue lendo →

Promessa (Neusa Maria Fontolan)

Calado e com grande perfeição, cortou a meia ao meio. Assim testava o seu talento. Sonhava que, no futuro, a meia estivesse calçando um pé.

Morfologia (Evelyn Postali)

Tinha o dom de meter medo e criar encrenca por onde andasse. Não perdia luta alguma. Naquele Natal de 77, porém, em uma desavença com um pinguim de Madagascar, a morsa perdeu o dente.

Animosidade (Wender Lemes)

Cleiton teve que encarar o gerente adjunto ao chegar, pela quarta vez na semana, atrasado, aparvalhado e parcialmente sóbrio. Demorou quase duas horas para notar-se mais arrefecido que o normal. A apoteose da modernidade, também conhecida como ar-condicionado, transformava o... Continue lendo →

Intragável (Jorge Santos)

Durante a campanha, o presidente entrou na casa com telhado de sapé e comeu sopas de aveia com quem, na sua ótica, era a ralé. Depois de eleito, mandou um jagunço deitar fogo na casa com querosene. Nunca mais conseguiu... Continue lendo →

Babel (Evelyn Postali)

Cada coluna erguida, arco construído, ou detalhe profano que materializava, fazia da profissão um ritual. A esperança de realizar o maior e mais ambicioso sonho ressurgia a cada novo detalhe do projeto. Como arquiteto e homem além de seu tempo,... Continue lendo →

Receita (Neusa Maria Fontolan)

Olhava atenta para o pingente, com sua pedra preciosa e folha ornada com filigrana: precisava de uma limpeza, assim como sua vida após o abandono daquele que lhe deu a joia. A lixeira recebeu o presente e ela foi dourar... Continue lendo →

WordPress.com.

Acima ↑