O ilegítimo invadiu o castelo com a Plenitude nas mãos. A esperteza era a lei, era sua espada. Ele não renunciaria. Quem quisesse adoçar a vida com a leveza da verdade, que ocupasse outras terras, que se mudasse. O povo que aguentasse o peso negativo do golpe, o açoite escancarado da corrupção, o corte da guilhotina das mudanças.

Anúncios