Guardo minutos em gavetas imaginárias só para poupá-los do desgaste do cotidiano. Embrulhados, mimos de um desejo que despertou comigo. As horas subindo e descendo as escadas rolantes da imaginação. Portas batendo fora do ritmo dos acontecimentos.

Anúncios